RESENHA de Atlas Shrugged

"Quem é John Galt?" E ... Como o brilhantismo individual pode mudar o rumo da história mundial?






Se alguém contasse a você que os EUA passa por uma crise econômica que está por abalar a democracia do país, como seria sua reação? Você acreditaria? Oras, no país do "sonho americano" muitos ficariam céticos. Pois esse é o enredo do livro de ficção, um dos mais vendido nos EUA, nos dias atuais. Trata-se "Atlas Shrugged", no Brasil, "A Revolta de Atlas",  um livro que não é novo (1957) da autora e filósofa Ayn Rand. A saga foi relançada em 2010 e no ano seguinte (2011) ganhou os cinemas na triologia de mesmo nome, cuja a última parte, lançada em 2014.

A trama gira em torno do enigma "Quem é John Galt?". Aborda temas como empreendedorismo, inovação e criatividade. Mas também fala a respeito de políticas econômicas onde o governo insiste em taxar e regulamentar os cidadãos produtivos, suas empresas e realizações individuais, o que vai contra a democracia do país. Tudo em prol do "bem comum".

Em dado momento do romance,  John Galt afirma "Vou parar o motor do mundo" . Mas o que será o motor do mundo? E é essa a resposta que muda toda a trama:

Na mitologia grega, o titã Atlas recebe de Zeus o castigo eterno de carregar nos ombros o peso dos céus. Neste livro, os brilhantes pensadores, os empreendedores criativos, os gênios contemporâneos, suportam o peso de um mundo decadente enquanto são explorados por parasitas que não reconhecem o valor do trabalho e da produtividade e que se valem da corrupção, da mediocridade e da burocracia para impedir o progresso individual e da sociedade...

E eis que o motor do mundo pára! Conquanto, o que mais me chamou atenção na saga foi a busca por soluções e idéias revolucionárias, como a criação de energia limpa. 

Por fim, pensei até em fundamentar este texto, mas desisti, ficaria muito chato. Recomendo muito, leia ou assista, e o mais importante "pense", "reflita"! 

Ah! Se eu gostei? Gostei!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CIÊNCIA - ONDAS ELETROMAGNÉTICAS CEREBRAIS:

O mercado de trabalho não existe sem elas:

DARTH VADER: O VILÃO QUE JÁ FOI HERÓI