POLÍTICA: A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO FAMILIAR

Jogos egoístas levam famílias inteiras à ruína


A familia, obra de Tarsila do Amaral


O que a economia tem a ver com o planejamento familiar? Costumam dizer que quanto mais pobre, mais filhos se têm. É triste a constatação, mas há evidências sobre isso. Mas, voltamos à pergunta inicial: O que a economia tem a ver com o planejamento familiar?

Oras, tudo! Para estabelecer família e criar filhos é necessário planejamento e dinheiro. O casal que almeja filhos tem que pensar, antes de tudo, se terá condições de sustentá-los. O casal precisa pensar que serão mais bocas para alimentar. Haverá gastos com saúde, ah, um bom plano de saúde é importante fazendo vistas à degredada condição da saúde pública. A mãe e o bebê precisarão de cuidados especiais. A educação dos filhos também é outro item caro. Além disso, o casal deverá ter condições de moradia decente, e mais, para tudo isso, terão que ter trabalhos e transporte de qualidade.

Olha, veja bem, é uma rede, uma coisa puxa outra. Por isso, planejar é importante. Saber escolher o momento certo, a quantidade ideal de filhos, fazer uma poupança, previdência e etc.

Nesse sentindo, o planejamento familiar estará ligados às economias familiares, no âmbito da microeconomia e por sua vez, ligados à macroeconomia. Olha, se trabalhamos, trabalhamos para um nicho de mercado, atrelados a grupos empresariais. Por sua vez, as empresas são dependentes das decisões políticas, que por sua vez, dependem do mercado internacional. É isso, vivemos num mundo globalizado.

E nesse mundo globalizado precisamos, como nações, saber nos posicionar frente às mazelas mundiais. Além dos desastres naturais, enfrentamos também os desastres econômicos.

Por isso, se você quer ser feliz é preciso planejar bem suas ações, suas famílias. O líder familiar, ante de mais nada, deve ter sabedoria e maturidade para tomada de decisões visando o bem de todos. Jogos egoístas levam famílias inteiras à ruína.

Éh, para um bom planejamento familiar é necessário solidariedade entre os grupos. Então, a você, um conselho, comece a planejar bem as suas ações, sem egoísmos, pense no bem de todos e, se necessário, saiba abrir mão de caprichos e desejos individuais.

Mas, o que é planejamento familiar?

Segundo o Ministério da Saúde, assegurado pela Constituição Federal e também pela Lei n° 9.263, de 1996, o planejamento familiar é um conjunto de ações que auxiliam as pessoas que pretendem ter filhos e também quem prefere adiar o crescimento da família.

“Além de prevenir a gravidez não planejada, as gestações de alto risco e a promoção de maior intervalo entre os partos, o planejamento familiar proporciona maior qualidade de vida ao casal, que tem somente o número de filhos que planejou”, ressalta Patrícia Albuquerque, enfermeira obstetra do setor de planejamento familiar da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). (Porta do Brasil)



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CIÊNCIA - ONDAS ELETROMAGNÉTICAS CEREBRAIS:

O mercado de trabalho não existe sem elas:

DARTH VADER: O VILÃO QUE JÁ FOI HERÓI