Qual a diferença entre inteligência e sabedoria?

Inteligência é científico, sabedoria é cultural!  

 
"E o Senhor Deus ordenou ao homem: "Coma livre­mente de qual­quer árvore do jardim, mas não coma da árvore do conheci­mento do bem e do mal, porque no dia em que dela comer, certa­mente você morrerá". Genesis 2:16-17

Foi inteligente o ato de Adão e Eva desobedecer a Deus e comer da árvore do conhecimento do bem e do mal? Não, não foi um ato inteligente, pois as consequências disso não foram boas, nem para Adão e nem para Eva.

Mas, foi sábio? Se nós entendermos sabedoria como conhecimento, eis que Adão e Eva ganhou o direito de vivenciar a experiência do bem e do mal... Antes disso, a vida de Adão e Eva era sempre boa no Jardim do Éden...

Daí por diante, o primeiro casal da humanidade passou a `saber` sobre a morte, a guerra, a paixão (seja paixão de amor, ou paixão de ódio),  conheceu através de Caim todos os pecados capitais, mas também conheceu por meio de Abel, a fé, a fidelidade, a compaixão, e o amor fraterno. 

A partir daí, coube à Adão e Eva e seus descendentes, escolher entre o bem e o mal, por meio de suas próprias experiências e com muito sofrimento.

Então sabedoria é conhecimento, por ser conhecimento é cultural... Já a inteligência é científico (já disse isso em minhas redes sociais)... Cada cultura  tem os seus saberes, já a inteligência é universal...O que é certo numa cultura pode não ser certo para outra, mas (2 + 2) sempre será igual à 4.

Mas, se não foi inteligente comer do fruto do bem e do mal, porém trouxe à Adão e Eva sabedoria, então toda sabedoria é burra? Oras, claro que não... por isso, a árvore se chama: árvore do conhecimento do bem e do mal! E o bem é sempre inteligente (o bem é construtivo, o mal é destrutivo)!

Exemplo de sabedoria: um homem, por mais primitivo que seja, por meio de suas experiências, vai saber que morando no equador poderá andar nú, entretanto morando no polo ártico, isso o levaria à morte. Então, um esquimó sabe que tem que se agasalhar para sobreviver, e um índio brasileiro, no calor da Amazônia deverá andar nú ou semi-nú se não quiser se desidratar e morrer!  


Entretanto, mais que sabedoria, se o homem quiser além de sobreviver, quiser evoluir, então, precisará usar a cabeça para construir uma oca ou um iglu, senão estes dois homens continuariam a morar nas cavernas... As edificações possibilitaram à criação de aglomerados de indivíduos em cidades-estados,  assim surgiu a sociedade e sem o mínimo de inteligência é impossível ser um homem social. 

Mas, falta ainda falar sobre a sabedoria burra... O sujeito está tomado de ódio e é capaz de amarrar uma bomba em seu próprio corpo só para destruir a felicidade dos outros... Ele morrerá, outros morrerão, porém ainda existirá outros que sobreviverão e a felicidade continuará a existir... Éh, ser homem-bomba sempre foi sinal de burrice!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CIÊNCIA - ONDAS ELETROMAGNÉTICAS CEREBRAIS:

O mercado de trabalho não existe sem elas:

DARTH VADER: O VILÃO QUE JÁ FOI HERÓI