PSICOLOGIA


MEDO NÃO É AUSÊNCIA DE CORAGEM!






Medo não é ausência de coragem... Um corajoso pode ter muito medo, porém tem a força de vontade de enfrentá-los... 


O medo é uma sensação que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. Pavor é a ênfase do medo. 


Mas, se medo é sensação, o que é sensação? É  um sentimento, uma emoção... o sentimento de medo provoca sofrimento... não é gostoso sentir medo... é desconfortável! Causa calafrios, o coração dispara, a boca seca, etc...


Há quem se paralise diante do medo... e é essa paralisia que significa falta de coragem... 


Coragem é a capacidade (muitas vezes tida como virtude) de agir apesar do medo, do temor e da intimidação. Deve-se notar que coragem não significa a ausência do medo, e sim a ação apesar deste. O contrário da coragem é tida normalmente como covardia. 


Mas, o medo não é de todo ruim, o medo pode gerar cautela, prudência, zelo... Cautela é cuidado, precaução para evitar dano... Prudência é calma, ponderação, sensatez, paciência ao tratar de assunto delicado ou difícil. 


Todavia, aquele que paralisa diante o medo não é prudente... Diante o medo é preciso agir, mesmo que seja para fugir do inimigo... 


Não é inteligente ficar parado... Quando a coragem é aliada à prudência, essa traz fortuna... 


Por isso, meus amigos, enfrente seus medos, mas com cautela...  







 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CIÊNCIA - ONDAS ELETROMAGNÉTICAS CEREBRAIS:

CRÔNICA

CRÔNICA