FILANTROPIA : AMOR QUE NÃO SE ESQUECE, QUE NÃO SE REPETE!


Aiai! O que não se faz por amor...




"Engajamento social: uma das marcas da modelo"

Do grego φίλος (amor) e άνθρωπος (homem), com significado "amor à humanidade". O seu antónimo é a misantropia. Sim, você entendeu! É disso mesmo o que estamos falando. Mas o que é filantropia?
Criado pelo imperador romano Flávio Cláudio Juliano (26 de Junho de 363), o termo é abrangente e contempla desde os donativos a organizações humanitárias, pessoas, comunidades, ou o trabalho para ajudar os demais, direta ou por meio de organizações não governamentais sem fins lucrativos, assim como o trabalho voluntário para apoiar instituições que têm o propósito específico de ajudar os seres vivos e melhorar as suas vidas.
Com o objetivo de concorrer com o termo cristão caridade, que era uma das virtudes da nova religião e que nunca tinha sido parte do paganismo em Roma ou Atenas, o então imperador Flávio Cláudio Juliano restaurou o paganismo como religião dos romanos, e neste intento, imitou a igreja cristã, criando assim o termo Filantropia.
Gostaram? Legal, né? Pagão sim, mas com filantropia! Então, para tão ilustre artigo, citarei três especialíssimos detaques de filantropos internacionais, dentre estes, uma brasileira:

1 - O primeiro é o investidor e filantropo americano Warren Edward Buffett, principal acionista, presidente do conselho e diretor executivo da Berkshire Hathaway. Em 2006, Buffett anunciou que 85% da Berkshire iria para cinco fundações diferentes, sendo que a maior contribuição (83%) vai para a Fundação Bill e Melinda Gates, ou seja, 10 milhões de ações (aproximadamente US$ 30.7 bilhões), fazendo dessa a maior doação da história, transformando Buffett em um dos maiores filantropos do capitalismo.
Outra parte de sua fortuna irá para sua própria fundação: Fundação Buffett. 
Em 2002 ele doou US$50 milhões para a Iniciativa de Ameaça Nuclear de Washington, tornando-se um conselheiro.

Bill e Warren união por causa filantrópica
2 – O segundo, de cara, foi citado no primeiro, tão relevante é a sua pessoa: Trata-se de nada mais nada menos: William Henry Gates III - Mais conhecido como Bill Gates, é um magnata, filantropo e autor norte-americano, que se tornou público por fundar junto com Paul Allen a Microsoft, a maior e mais conhecida empresa de software do mundo em termos de valor de mercado.
Filantropia: Em 2000, Gates e sua esposa Melinda, fundaram a Fundação Bill e Melinda Gates, uma organização filantrópica que tem por objetivos principais estimular a pesquisa sobre a AIDS e outras doenças que atingem em grande parte países em desenvolvimento. Outro grande objetivo desta mesma fundação é a pesquisa de novos tipos de energias sustentáveis e limpas. Segundo um artigo de 2004 da revista Forbes,desde o ano de 2000, Gates doou cerca de 30 bilhões de dólares para a caridade.

Gisele como ativista ambiental
3 – E fechando com trancas de ouro em terceiro, mas que vale mais que o primeiro, por ser considerada uma das mulheres mais lindas do Brasil e do mundo: Gisele Caroline Bündchen. Além de ser essa "Coca-Cola toda": Esse amor de pessoa foi eleita em 2013 pela Revista Forbes, uma das 100 mulheres mais poderosas do mundo. Gisele é a modelo mais bem paga do mundo pelo sétimo ano seguido, a top model brasileira ficou em primeiro lugar na lista da revista americana Forbes, após acumular 42 milhões de dólares em 12 meses (entre junho de 2012 e junho de 2013).
Explico agora o “amor de pessoa”: Bündchen é uma ativista social, dá apoio à causas como a campanha I am African, aparecendo num protesto contra a falta de atenção à situação das vítimas do HIV (principalmente na África). Sem cobrar cachê, foi a garota-propaganda do American Express Red Card, ação que dá suporte a vítimas do vírus HIV, enviando uma porcentagem do dinheiro das transações feitas com esse cartão.
Bündchen já doou o salário de uma semana inteira de desfiles na São Paulo Fashion Week para o programa Fome Zero do Governo Lula.

Recentemente, sua maior preocupação é proteger a Floresta Amazônica e seus recursos hídricos, doando para essa causa uma porcentagem dos lucros da venda de sua linha de sandálias com a marca Ipanema Gisele Bündchen. O recurso é revertido para projetos como Nascentes do Brasil, Y Ykatu Xingu, ISA e De Olho nos Mananciais.

Em 20 de setembro de 2009, Gisele foi designada como Embaixadora da Boa Vontade pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente pelo engajamento em causas ambientais. Em 2012, realiza sua primeira visita oficial como embaixadora, no Quênia. Ainda em 2009, foi eleita "heroína nacional brasileira" ficando na frente de Luís Inácio Lula da Silva e de Ronaldo Nazário.

E não acaba por aqui: Gisele Bündchen se uniu ao ex-vice presidente americano Al Gore para apoiar a campanha Energia Sustentável para Todos. Em um vídeo exibido pela CNN, que também conta com a participação de Kandeh K. Yumkella, diretor-geral da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), Gisele repete o slogan da campanha: “Vamos trazer energia para todos”. 

Amor demais da conta, sim: Essa linda mulher brasileira tem e merece todo o meu amor!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CIÊNCIA - ONDAS ELETROMAGNÉTICAS CEREBRAIS:

O mercado de trabalho não existe sem elas:

DARTH VADER: O VILÃO QUE JÁ FOI HERÓI