Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

VIDA EXTRATERRESTRE:

Imagem
Demônios são alienígenas malignos...  Eles existem e já estão na Terra, mas Deus é maior!




Vida alienígena é a vida que não se origina a partir do planeta Terra. Estas formas de vida podem variar de organismos simples, como vírus e bactérias, até seres muito mais complexos do que os humanos. 

Há quem diga que algumas doenças letais são transmitidas por demônios alienígenas... 

O vírus da Aids, invisível aos olhos, mas se atacado com antibióticos cresce e se torna molusco ( vírus moluscos, estes, que estouram em varíolas levando à morte do corpo, quando não, transformando-se em lepra)... Esse é o Demônio Baphomet, que possui os corpos humanos de quem aceita Satanás. A contaminação é por meio sanguíneo.

Outro exemplo é o Demônio Belzebu, o Senhor das Moscas e da Pestilência, transmite Zika-Zira com Síndrome de Pânico e pode levar suas vítimas à cometerem suicídio.   Belzebu também possui os  corpos humanos de quem aceita Satanás e contaminação também é por meio sanguíneo.



Eles já existem no n…

Magos, feiticeiros e bruxos...

Imagem
QUÍMICA E FÍSICA COMO FORÇA DE ILUSÃO... mas, que não deixa de ser real...




Magos, bruxos e feiticeiros legítimos são na verdade: químicos, físicos, ilusionistas... Se usam tal ciência para o bem ou para o mal,  isso, claro, faz toda a diferença. Eu usei a palavra legítimo porque há muito picareta por aí... Mas, vamos lá:

Desde sempre, a palavra bruxaria designou o uso de poderes de cunho sobrenatural. Ou seja, tudo aquilo que manipula a natureza, ou seja, que altera o estado natural das coisas. Magia, feitiçaria, bruxaria são sinônimos, a diferença é apenas o grau de hierarquia de cada um. 

A magia, feitiçaria, ou bruxaria, antigamente chamada de Grande Ciência Sagrada, é uma forma de ocultismo que estuda os segredos da natureza e a sua relação com o homem, criando, assim, um conjunto de teorias e práticas que visam ao desenvolvimento integral das faculdades internas espirituais e ocultas do Homem, até que este tenha o domínio total sobre si mesmo e sobre a natureza. A magia tem caracte…

Os Mortos-Vivos...

Imagem
Zumbis existem de fato... pelo menos, no reino animal!




Segundo crenças populares, histórias de zumbis têm origem no sistema de crenças espirituais e nos rituais do vodu haitiano: o vodu faz com que uma pessoa morta volte à vida à procura de vingança com aquelas pessoas que lhe teriam feito mal. Histórias contam sobre trabalhadores controlados por um poderoso feiticeiro... 

Escrevi em outro artigo literário, que:

Há quem diga que existam feiticeiros e bruxas capazes de reanimar os mortos!... Como? Por meio de invocação do demônio... Um demônio é uma entidade satanista que se materializa na forma de um verme... Sabe-se que o intestino é o nosso segundo cérebro... após a morte cerebral, o demônio, se invocado por uma bruxa maligna, será capaz de reanimar os batimentos cardíacos... fazendo o corpo funcionar por meio do intestino, mesmo com morte cerebral...

Mas, após a morte cerebral o intestino também não para de funcionar? Sim, mas a bruxa maligna que reanima mortos possui um el…

CONDE DRÁCULA - O MITO DO MAL

Imagem
Vlad - O Empalador: O zumbi que tomou a identidade de Drácula


O que faz uma pessoa se transformar em um zumbi? Para saber isso precisamos entender o que é um zumbi... Zumbi: um cadáver reanimado usualmente de hábitos noturnos, que vive a perambular e a agir de forma estranha e instintiva; um morto-vivo; um ser privado de vontade própria, sem personalidade...

Há quem diga que existam bruxas capazes de reanimar os mortos!... Como? Por meio de invocação do demônio... Um demônio é uma entidade satanista que se materializa na forma de um verme... Sabe-se que o intestino é o nosso segundo cérebro... após a morte cerebral, o demônio, se invocado por uma bruxa maligna, será capaz de reanimar os batimentos cardíacos... fazendo o corpo funcionar por meio do intestino, mesmo com morte cerebral...

Mas, após a morte cerebral o intestino também não para de funcionar? Sim, mas a bruxa maligna que reanima mortos possui um elixir que é capaz de ativar as funcionalidades do intestino...     

Compostos iôn…

MUTAÇÕES GENÉTICAS

Imagem
Mutantes existem...sempre existiram desde os tempos primórdios!


Em Biologia, mutações são mudanças na sequência dos nucleotídeos do material genético de um organismo. Mutações podem ser causadas por erros de cópia do material durante a divisão celular, por exposição a radiação ultravioleta ou ionizante, mutagênicos químicos, ou vírus.

Isso é o que nos diz o Wikipédia, mas traduzindo em outras palavras: Mutação é mudança... mudança no modo de ser do núcleo de uma célula de uma espécie, seja animal, vegetal ou mineral. 

Por exemplo, se um animal sofrer determinada radiação (receber determinada energia) ultravioleta (raio laser ultravioleta, também chamado raio de fóton (luz) ultravioleta), suas células podem alterar o seu modo de ser... mudando completamente, ou em parte, a espécie desse animal. Ou seja: o animal recebe uma rajada de luz ultravioleta e seu aspecto e funcionamento físico muda completamente. Lembrando que o raio laser consegue separar partículas atômicas dentro das nossas cé…

Raio Laser: os fótons na física quântica...

Imagem
Raio laser é um canhão de luz (fótons)!



Raio laser é um canhão de fótons! Mas o que é fóton?  Fóton é a partícula elementar mediadora da força eletromagnética. O fóton também é o quantum da radiação (emissão de energia por meio de ondas ou partículas) eletromagnética (incluindo a luz).

Tá, mas o que é força eletromagnética? 

A força eletromagnética ou força coulombiana, resulta da ação das atrações e repulsões elétricas de corpos distantes entre si.

Ok! Então, é uma força de atração ou repulsão de elementos químicos... sendo que o fóton é a menor partícula geradora dessa atração ou repulsão de determinado elemento químico. 

Então, os fótons conseguem separar ou atrair elementos químicos... Mas, o que é um elemento químico?  [Elemento químico é o conjunto de átomos de mesma espécie, por exemplo da espécie oxigênio,  com o mesmo número atômico (mesma quantidade de átomos, de elementos que formam por exemplo o oxigênio - O2). O número atômico é a quantidade de prótons, elétrons e nêutrons q…

MATEMÁTICA APLICADA: A FORÇA DOS ALGORITMOS

Imagem
Algoritmo computacional é automação! 

Algoritmos são comandos definidos por meio de expressões textuais ou equações matemáticas.

Apesar do conceito de algoritmo remontar aos antigos matemáticos gregos, como por exemplo a Peneira de Erastóstenes e o algoritmo de Euclides...

Esse conceito de algoritmo só foi formalizado em 1936 pela Máquina de Turing de Alan Turing e pelo cálculo lambda de Alonzo Church, que formaram as primeiras fundações da Ciência da computação.
Os algoritmos, na maioria das vezes, são usados na soluções de problemas. Um algoritmo consiste em uma expressão textual das etapas da resolução de algum problema, seja ele computacional ou não.  Um exemplo clássico de algoritmo não-computacional é uma receita de bolo, onde consta passo-a-passo os ingredientes e o modo de preparo.  Já o computacional é feito por meio de equações matemáticas, diante de cada resultado uma tarefa a ser executada. Em suma, o problema contém um conjunto de dados de entrada ( input ) e o algoritmo, …

CONDE DRÁCULA

Imagem
Um menino-morcego e uma história de amor!

Um menino da Idade Média,nascido naTransilvânia...   Um menino diferente de todos os seus contemporâneos... Filho da realeza... Um menino que nasceu morto... Um corpo sem alma, que portava uma síndrome ainda desconhecida em sua época... Jacob Drácula, era autista com síndrome de rett. Não se comunicava nem com seus pais, tinhas gestos estranhos: batia palmas e balançava de trás para frente ( em transe)... O mais estranho é que sempre perto do menino havia um morcego... Seus pais sabiam: pois estava na profecia: o menino era um homem-morcego, sua alma habitava o morcego, mas seu corpo tinha um espírito humano... por ter DNA de morcego sua linguagem estava defasada, morcegos emitem ondas ultrassônicas codificadas em aramaico antigo...

Extremamente inteligente, um gênio superdotado, o menino-morcego a medida que foi crescendo desenvolveu vários inventos e teorias científicas, aprendeu a se comunicar com seus pais, por meio de códigos matemáticos...

TECNOLOGIA... DRONES, SATÉLITES E NANOROBÔS

Imagem
O que os drones tem em comum com os satélites artificiais?... E nanorobôs? Os dois (satélite e drone) são veículo aéreo não tripulado (vant). A diferença: o satélite artificial orbita no hiperespaço enquanto o drone pode sobrevoar as nossas cabeças, numa altura inclusive inferior a de um avião. Ambos equipamentos podem filmar, gravar e tanto propagar, quanto receber sinais de internet... Servem para comunicação e monitoramento de radares, rádios, televisores, celulares e computadores. Um drone comum pode ser movidos à bateria, já os satélites são colocados em órbita espacial por meio de foguetes e (estes satélites) possuem placas de energia solar (responsáveis pelo funcionamento dos mesmos).

A origem dos satélites e dos drones

Em 1955, o governo americano tinha planos para lançar um satélite e solicitou a institutos de pesquisa para colaborar no desenvolvimento do projeto. Em 4 de outubro de 1957, entretanto, foi colocado em órbita, pela União Soviética, o primeiro satélite artificial…

CIÊNCIAS HUMANAS: MEMES

Imagem
Memética: Uma idéia que contamina

Sabemos que a sabedoria popular reflete a alma de uma cultura. Essa sabedoria que está nos genes de cada ser de uma sociedade é transmitida de pais para filhos... Mas sabedoria também é algo que contamina... Sabedoria inspira idéias... e idéias sejam boas ou más se propagam no ar como vírus...

Há quem chame isso de Memética... O termo foi cunhado pelo biólogo e escritor britânico Richard Dawkins, em seu livro ´O gene egoísta´; a Memética é o estudo formal dos memes. Mas o que é meme? Meme é considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros).

Explicando melhor: os memes podem ser idéias ou partes de idéias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida como unidade autônoma.  

Quando usado num contexto coloquial e não especializado, o termo meme pode significar apenas …