O mercado de trabalho não existe sem elas:

Mulheres: femininas, bonitas e competentes!!!!


Mulher para se dar bem no mundo dos negócios tem que ser <<macha pra caramba>>... Ledo engano! A história tem nos mostrado uma versão diferente desse clichê! Conheço mulheres: bem casadas, boas mães, femininas e bem sucedida nos negócios...

No artigo anterior, citei a Diretora Jurídica da MRV, Maria Fernanda Menin Maia. A MRV é grande empresa do ramo da construção civil. Todo mundo sabe que o setor jurídico deve ser o carro chefe de uma empresa, principalmente na construção civil, se não sabem, que fiquem sabendo...

Sem um bom setor jurídico, qualquer empresa vai à falência... Ainda mais na construção civil com tantos embustes: clientes que não pagam, empreiteiros que não cumprem acordos, o governo metendo o dedo aonde não é chamado, etc...

Maria Fernanda Menin Maia (MRV) entre executivos jurídicos e financeiros


O grande sucesso da MRV, com certeza se deve grande parte ao excelente setor jurídico. Maria Fernanda não é mulher <<macha pra caramba>>, o que a gente vê é que além de muito bonita, feminina, ela é boa mãe, esposa exemplar e muito competente nos negócios... Não é a toa que é filha do fundador e presidente da empresa, Rubéns Menin, puxou o talento do pai! 

Mas o Brasil não fica por aí, outra mulher de classe e grande empresária do ramo varejista é Luiza Helena Trajano, presidente do Magazine Luiza... Luiza é feminina, bonita, boa mãe, e muito competente nos negócios.
 
Luiza Trajano, uma mulher de destaque

Mas a mulher bonita, no Brasil e no mundo, enfrenta um grande problema: o assédio moral e sexual! Luiza Trajano tem levantado a bandeira da luta contra o assédio sofrido pelas mulheres dos diversos ramos do mercado de trabalho. Esse é um assunto grave, que precisa ser debatido em sociedade.

Não podemos expulsar as mulheres do mercado de trabalho, essas mulheres que muitas vezes têm salários menores do que os homens que exercem a mesma função. Não podemos permitir tal violência contra as namoradas, esposas e mães, que se desdobram em três e conseguem obter sucesso na carreira profissional.

Já se sabe que as mulheres pensam diferente do homens, têm talentos diferentes, o cérebro de uma mulher é mais emocional, o do homem é mais racional... E no mundo dos negócios não podemos apenas usar a razão.

Gisele Bundchen, não basta ser bonita é preciso ser responsável

Conquanto, as mulheres não levantam bandeiras apenas em causas feministas, o grande exemplo do Brasil é Gisele Bundchen que tem se engajado com muita força na causa ambiental. E até o presidente da república, Michel Temer, já foi alvo de críticas da modelo.  

No mais, saibam vocês, profissionais do mercado de trabalho: respeito é bom e as mulheres gostam! E mais do que gostar: merecem!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CIÊNCIA - ONDAS ELETROMAGNÉTICAS CEREBRAIS:

DARTH VADER: O VILÃO QUE JÁ FOI HERÓI